terça-feira, 28 de julho de 2009

Só assim


Gostaria de escrever melhor, de exprimir melhor o sentir mais fundo que brota do meu coração.
Apenas vejo nos outros as palavras que gostaria de exprimir pois é nessa expressão de afectos que revejo o que sinto.

Tenho vontade de escrever e não tenho... tenho mil e uma ideias para expressar a Alegria e a Tristeza que oscilam no pêndulo da minha vida... que marca o tempo e me lembra que a sua passagem tende para um limite que não consigo calcular.
Mas ideias não chegam... chegada a altura das ideias viajarem de uma mente desorganizada para a métrica em cárcere do mundo das palavras, nada me ocorre. E desespero...

Porque vou guardando pequenas ideias e pensamentos só para mim... não têm mais importância do que beber um copo de água ou ver um noticiário mas ainda assim, é destas pequenas coisas que a vida também se alimenta, e é esta simples incapacidade de escrever, ainda que para mim mesmo, que me corroe.

Virá o tempo em que a expressão de um sentimento me sairá pelos poros, caminhará por cada molécula da realidade que me envolve e chegará a todos os destinatários... só assim poderei reconhecer a autenticidade da vida que habito e sair de uma letargia que torna toda uma realidade... simplesmente... aparente...

Sem comentários:

Os Taxistas do Zêzere

O sol é diferente a cada manhã quando se cruza no caminho que diariamente percorro para o trabalho ao longo da marginal. E mesmo nos dias e...