quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O Espião Perfeito


"É sempre uma atitude inteligente anunciar que se vão ter espiões num país: eles passam a ser alvos visíveis e assim deixam de ser importantes. Foi isso que fez o ministro Augusto Santos Silva.
Cumpriu o seu objectivo: aniquilou por completo a missão antes dela se iniciar. A base da espionagem é o segredo. Elevado a ministro da Defesa, Augusto Santos Silva decidiu inovar a doutrina: o melhor espião é o que todos conhecem. Quando diz que vai enviar espiões para o Afeganistão e para o Líbano, o ministro mostra que estudou pormenorizadamente a estratégia do MI6 britânico, que gostava de ser o secreto "C" e que pensa que o espião perfeito é James Bond.
Para Augusto Santos Silva a espionagem é uma actividade trepidante e diletante, entre martinis e mulheres fatais. Poderia ter-se dado ao trabalho de ler John Le Carré: "Ora, é paradigmático da técnica de informações em todo o mundo que cada elo da cadeia ignore tanto quanto possível quais são os outros". As declarações do ministro não causam apenas efeitos colaterais em toda a estratégia de informações nacional. Dão-nos uma visão mais clara da personagem.
Quando se tornou o ideólogo do PS, Augusto Santos Silva atingiu o seu princípio de Peter. Ser ministro da Defesa é, claro, um cargo que requer outro grau de exigência e está acima desse limiar de competência. Mas isso não demoveu quem o colocou a comandar os militares. Ao ser nomeado ministro da Defesa, Santos Silva, fulminou o bom-senso. Esta entrevista ao "i" mostra que é o espião perfeito. Poderíamos enviá-lo, estilo 007, para o Líbano."

Por Fernando Sobral in Jornal de Negócios de 25-08-2010


Nota: A imbecilidade desta atitude (mais do que simples imaturidade) torna-a inqualificável. Faz lembrar quando Veiga Simão, enquanto Ministro da Defesa de António Guterres, resolveu fornecer a lista dos agentes dos SIS aos deputados da AR, em nome da "transparência". Um dia depois estavam os nomes dos James Bonds portugueses nos jornais!

Sem comentários:

Os Taxistas do Zêzere

O sol é diferente a cada manhã quando se cruza no caminho que diariamente percorro para o trabalho ao longo da marginal. E mesmo nos dias e...