sexta-feira, 26 de outubro de 2012

O sentido de tudo





“O que quer dizer com significado? Dada a derradeira futilidade da nossa luta, terá algum valor o efémero impacto do significado que a arte nos proporciona? Ou o único valor residirá em passar o tempo do modo mais confortável possível? O que é que uma história deveria procurar emular, (…)? Um alarme a tocar? Uma chamada às armas? Uma gota de morfina? Claro está que, como todas as interrogações do Universo, esta linha de interrogatório reduz-nos inevitavelmente à pergunta do que significa ser humano e se existe ou não (…) uma razão de ser em tudo.”

John Green in A Culpa é das Estrelas

Sem comentários:

Bolo de bolacha

A distracção, a azelhice e a estupidez dissolvem-se não raras vezes no mesmo caldo, confundindo aquele a quem tais características servem n...